16 de maio de 2017

#DicasDeViagem: OS INCRÍVEIS TEMPLOS DE KYOTO

Oi pessoal!

O destino de hoje não poderia ser outro senão o espetacular Japão que está recebendo de braços abertos nossa querida Camila. Esse país milenar é construído sobre camadas de história. Incluir Kyoto no roteiro é obrigatório. Afinal, a cidade foi fundada no século I e serviu como capital da corte imperial até o século XIX, quando foi transferida para Tóquio. Nem preciso dizer que é a cereja do bolo, mais a cobertura e o recheio, mesmo que não seja uma cidade de beleza óbvia. No entanto, guarda entre suas preciosidades mais de dois mil templos. É exatamente sobre cinco deles que vou contar para vocês hoje.

O Templo Tenryu-Ji – cujo nome significa “templo do dragão celestial” – fica no meio de uma floresta de bambu linda e foi o que mais me despertou curiosidade. Esse templo faz parte de um complexo formado por muitos pavilhões e casas. É o maior templo zen-budista de Kyoto e é considerado Patrimônio Cultural da Humanidade. Seus jardins são uma delicadeza ímpar e os bambuzais dão um ar misterioso. De todos os templos que visitei em Kyoto, esse foi o mais distante. O trem é a melhor forma de chegar. Vale o esforço.

OS INCRÍVEIS TEMPLOS DE KYOTO camila coelho blog12

OS INCRÍVEIS TEMPLOS DE KYOTO camila coelho blog12

OS INCRÍVEIS TEMPLOS DE KYOTO camila coelho blog12

OS INCRÍVEIS TEMPLOS DE KYOTO camila coelho blog12

OS INCRÍVEIS TEMPLOS DE KYOTO camila coelho blog12

OS INCRÍVEIS TEMPLOS DE KYOTO camila coelho blog12

Outro templo zen budista espetacular e por isso um dos mais visitados de Kyoto é o Kinkaku-Ji, também conhecido com Pavilhão Dourado. Ele foi construído por um xogum (comandante do exército nomeado pelo imperador) que abriu mão das suas funções oficiais para se dedicar ao sacerdócio. Uma história bastante inusitada. O Templo Dourado era onde ele morava, mas foi destruído várias vezes por incêndios. Cada um dos seus andares é construído em um estilo diferente, sendo que as paredes do segundo e do terceiro andares são cobertas por placas folheadas a ouro. O reflexo do templo na água é hipnotizante. Dá para ficar horas parado olhando.

O templo zen budista Ginkakuji, também conhecido como Pavilhão de Prata, tem sua história inspirada no Pavilhão Dourado. Ele foi feito para servir como local de retiro do xogum Yoshimasa, neto do xogum que construiu o Pavilhão Dourado. A intenção era de que os dois templos fossem iguais porém um coberto com placas de ouro e o outro com placas de prata. No entanto, começou uma guerra e o sonho do xogum de seguir os passos do avô não pode ser concretizado. O resultado pode ser visto ainda hoje em um templo com cada andar em estilo diferente, porém todos em cores escuras. Atualmente, a grande estrela desse templo é seu jardim zen impecável. Uma obra de arte. Tem até uma réplica do Monte Fuji, em areia. Espetacular!

OS INCRÍVEIS TEMPLOS DE KYOTO camila coelho blog

OS INCRÍVEIS TEMPLOS DE KYOTO camila coelho blog

OS INCRÍVEIS TEMPLOS DE KYOTO camila coelho blog

OS INCRÍVEIS TEMPLOS DE KYOTO camila coelho blog

OS INCRÍVEIS TEMPLOS DE KYOTO camila coelho blog

OS INCRÍVEIS TEMPLOS DE KYOTO camila coelho blog

Considerado o segundo templo budista mais antigo de Kyoto, o Templo Kiyomizu-dera recebe peregrinos que oferecem suas orações à deusa Kannon há mais de mil anos. O fato mais curioso é que antigamente havia um ritual macabro e as pessoas se jogavam da sacada do templo principal ao fazer uma promessa imaginando que aqueles que sobrevivessem teriam seus pedidos realizados. Não preciso nem dizer que essa prática foi proibida. O templo hoje é protegido pela UNESCO, faz parte dos Monumentos Históricos da Antiga Kyoto e foi escolhido pelos japoneses para concorrer como uma das Novas Maravilhas do Mundo Moderno, ficando entre os finalistas.

Para finalizar, não posso deixar de citar o santuário xintoísta Fushimi Inari, o principal cartão-postal de Kyoto, com milhares de toris vermelhos enfileirados, dedicados a Inari e onde foram filmadas cenas das Memórias de uma Gueixa. É um lugar que tem que ser visitado com calma para que se possa desfrutar de sua energia. Os japoneses que circulam pelo templo vão em busca de prosperidade nos negócios. Como parte do ritual das orações, eles penduram milhares de tábuas de oração e talismãs. Esse é meu templo favorito em Kyoto. Já falei dele anteriormente. Lembram?

Citei apenas cinco templos. Mas, são muitos. Dá para ficar um ano inteiro em Kyoto e mesmo assim é provável que não dê para ver tudo.

Desejo uma semana de muita luz para vocês e até a próxima terça com uma viagem para a terra de Bob Marley. Espero vocês.

Beijos

Claudia Liechavicius





[star] [pula] [ow] [ohhhh] [oh] [mix] [make] [loveyou] [love] [love2] [lip] [legal] [kiss] [heart] [fiufiu] [domo] [dance] [cool] [clap] [cake] [bravo] [bow] [batom] [bad] [angel] [ahh] [^_^] [^^] [] [S2] [:S] [:(] [!]

gravatar Denise Freitas
1
16 de maio de 2017 às 5:02 pm

Olá Cláudia! É impossível não querer conhecer algum destes destinos apresentados por você! Você nos presenteia com imagens belíssimas, informações culturais e uma energia que nos dá vontade de fazer as malas já! Mais uma vez parabéns!

[Reply]

Gravatar

Claudia Liechavicius Respondeu:

@Denise Freitas, Denise, o Japão é um dos meus países preferidos na Ásia. Que cultura incrível. Sou muito fã desse povo delicado e ao mesmo tempo tão forte. Bj

[Reply]

2
16 de maio de 2017 às 5:37 pm

Oi Camila! Demais o seu site e o seu blog! Parabéns! Gostamos muito! Vamos estar aqui sempre te acompanhando! Que lindo esse post sobre Kyoto! Que lugar lindo! Como vc Disse “espetacular”! Adoramos!! Grande Beijo! Equipe CK

[Reply]

gravatar DIANA
3
16 de maio de 2017 às 9:51 pm

Olá Cláudia. Mais uma vez adorei a matéria do seu post. Você alem de mostrar fotos lindas enriquece a nossa sabedoria. É tão bom aprender coisas novas. Eu adorava ir ao Japão pela energia desses lugares que você falou. Deve ser incrível e bem zen. Já para não falar que ia adorar comer sushi no Japão. AHAHAH o que você achou? ( sou a louca da gastronomia) um beijo e já estou anciosa para o post da Jamaica

[Reply]

Gravatar

Claudia Liechavicius Respondeu:

@DIANA, Diana, também sou louca por gastronomia. Comer no Japão é uma benção. Sonho toda hora com o sushi de atum do Mercado do Peixe. Meu Deus! Não tem igual. E nas outras cidades todas comi sempre muito bem no Japão. Tudo fresquíssimo e saudável demais. Não deixe de ir. Você vai amar!!! bj

[Reply]

4
17 de maio de 2017 às 6:43 am

Me encantan ese tipo de construcciones tradicionales japonesas. Me han gustado mucho tus fotos.

Saludos desde Galicia!!

[Reply]

Gravatar

Claudia Liechavicius Respondeu:

@Laura Gonzalez, Gracias, Laura.

[Reply]

5
17 de maio de 2017 às 8:49 am

Olá Claudia. Como sempre o post está fantástico e realmente dá-nos vontade de viajar e ficar a conhecer. As imagens estão belíssimas e transmite-nos um sentimento de tranquilidade, suavidade e um quê de delicadeza. Adoro o teu trabalho e obrigada por partilhares connosco tudo isto, vou ficar a acompanhá-lo :)

Work n’ Hobbies

[Reply]

Gravatar

Claudia Liechavicius Respondeu:

@Isabel Carvalho, Isabel, Fico muito feliz com a generosidade do seu comentário. Obrigada. Bj

[Reply]

6
17 de maio de 2017 às 1:56 pm

Que lugar lindo! Quero muito conhecer o Japão…

[Reply]

Gravatar

Claudia Liechavicius Respondeu:

@Daniele, :)

[Reply]

7
17 de maio de 2017 às 2:47 pm

Incrivel demais

[Reply]

Gravatar

Claudia Liechavicius Respondeu:

@ZILANDRA BATISTA RODRIGUES, Zi, o Japão é realmente incrível. Vale muito a pena visitar. Bj

[Reply]

gravatar Michelle Angrisano
8
19 de maio de 2017 às 4:45 pm

Olá Camila Boa Tarde!Amei essa matéria sobre o Japão afinal sou uma otaku e curto tudo sobre a cultura do país!Meu sonho é um dia conhecer o país e pretendo estudar japonês um dia.Beijos!

[Reply]

gravatar Franci Pacheco
9
21 de junho de 2017 às 8:57 pm

lugares incríveis, amei!

[Reply]


@Camilacoelho no instagram
© Copyright 2015 Camilacoelho.com - Todos os direitos reservados. | Design EvelynRegly.com e programação chloédigital